dezembro 11, 2014 -

Por Fabian Balbinot
Com a colaboração de Leandro Ecker

Alô, amigos! Muitos jogadores têm dúvidas em relação ao uso de ações em Battle Scenes. Quando meu personagem pode usar uma determinada ação? O que permite que ele use uma ação? A título de exemplo, vejamos estes cards:

O que acontece se meu personagem Pigmeu entrou em cena neste turno e foi colocado em cena carregando estes três cards? Ele pode usar a ação de Entrada Triunfal, descarregar um card para usar a ação de Movimento Ágil e então, graças ao efeito do Movimento Ágil, usar a ação de Golpe Treinado?

Antes de responder essas perguntas, vejamos os passos a seguir, oportunamente desenvolvidos pelo playtester Leandro Ecker:

 

Regras para que um personagem possa usar uma ação

Para usar uma ação, um personagem precisa obedecer cinco requisitos. São eles:

A) O personagem que irá usar a ação deve estar em cena desde o inicio do turno (essa restrição não se aplica a personagens EV que foram colocados em cena usando a evolução; saiba mais sobre personagens EV neste post).

B) O personagem que irá usar a ação deve possuir o poder daquela ação.

C) A ação a ser usada deve estar no próprio card do personagem, em um card de habilidade que o personagem estiver carregando, ou em um card de personagem com mesmo alter ego (ou nome se ele não tiver alter ego) que o personagem estiver carregando.

D) O personagem que irá usar a ação não pode ter usado outra ação neste turno.

E) A ação deve ser de um tipo que possa ser usado na fase e etapa atual (os tipos de ações são ação normal, ação de antecipar e ação imprevista).

Se um personagem não puder obedecer a algum destes requisitos em relação ao uso de uma ação, então aquela ação NÃO PODERÁ SER USADA por aquele personagem.

Nota: Depois de cumprir todos esses requisitos, o jogador ainda terá que pagar os custos (incapacitar o personagem, carregar ou descarregar cards, Energia Cósmica, etc.) e escolher os alvos da ação (se a ação tiver alvos) para poder usá-la. Após tudo isso ter sido obedecido, ele usará a ação.

 

Estas são as regras básicas, que devem ser observadas sempre que um personagem for usar uma ação, a não ser que o efeito de um card as contrarie de algum modo. E são diversos os exemplos de cards que já existem em Battle Scenes e se opõem a estas regras. Vejamos alguns deles:

Os cards Concentrar Poder, Electro, Treinador, Pyro e Entrada Triunfal contrariam de alguma forma a regra A, permitindo que um personagem possa usar alguma ação no turno em que ele foi colocado em cena.

Enquanto você controlar o Capitão América, o cenário Avante, Vingadores! permitirá que todos os personagens com a afiliação Vingadores que você controla usem as ações de todos os cards de habilidade que eles estiverem carregando, mesmo que eles não tenham os poderes necessários para usar aquelas ações (regra B).

O cenário Conflito Generalizado, o card de habilidade Cicatrizar, o personagem EV Mefisto e os suportes Gerador de Raios Gama e Veículos de Combate Shield fogem à regra C, oferecendo a determinados personagens a opção de usar uma ou mais ações que não se encontram nem em seu próprio card, nem em cards de habilidade ou de personagem de mesmo alter ego que eles estejam carregando.

Os cards Metralhadora, Nico Minoru, Saltitar, Mercúrio, Fúria Descontrolada, Incursão Surpreendente e Tática Cortante, entre tantos outros, permitem que um personagem use uma ação mesmo que já tenha usado uma ação neste turno (regra D).

Para finalizar, os personagens Tia May, Cable e Ninja do Tentáculo possuem efeitos que permitem que certas ações sejam usadas em fases do turno onde elas normalmente não poderiam aparecer, contrariando o que diz a regra E.

Levando todas estas informações em conta, podemos examinar melhor o exemplo do início desta matéria:

O personagem Pigmeu possui o poder de Agilidade, o que permite que ele use ações de todos os cards de habilidade que está carregando – regra B.

O card Entrada Triunfal escapa da regra A, permitindo que Pigmeu use a ação Entrada Triunfal no turno em que entrou em cena. Além disso, o efeito da ação de Entrada Triunfal oferece a opção de usar mais uma ação neste mesmo turno em que Pigmeu foi colocado em cena, fugindo da regra D. Para isso, um dos cards que Pigmeu está carregando deve ser descarregado.

O card Movimento Ágil também escapa da regra D, permitindo que mais uma ação seja usada neste turno. Porém, a regra A se aplica, e a ação de Movimento Ágil NÃO pode ser usada no turno em que o personagem entrou em cena.

Sendo assim, no turno que entrar em cena, o Pigmeu:

  • Poderá usar a ação de Entrada Triunfal (pode ser usada no turno em que o personagem entrou em cena);
  • Poderá descarregar um card que ele estiver carregando e usar a ação do Movimento Ágil (que pode ser usada no turno em que o personagem entrou em cena, graças ao efeito da Entrada Triunfal);
  • NÃO poderá usar a ação do Golpe Treinado (pois o efeito do Movimento Ágil permite que mais uma ação seja usada, porém NÃO permite que ela seja usada no turno em que o personagem entrou em cena).

Uma alternativa para usar o Golpe Treinado no turno em que o Pigmeu foi colocado em cena seria usar a Entrada Triunfal seguida diretamente pelo Golpe Treinado, sem usar o Movimento Ágil.

Outra opção seria usar duas vezes seguidas a ação de Entrada Triunfal (descarregando dois cards), seguida por um Movimento Ágil – porém, descarregar dois cards em troca de três pontos de dano não parece ser um bom caminho, a não ser que o nosso amiguinho Pigmeu tenha outras cartas na manga…

Um forte abraço a todos e aguardem os próximos posts! 🙂

  • Kleber Kennedy Menezes

    Fabian, E se usar Entrada Triunfal > movimento Ágil > Entrada Triunfal? ai daria, certo?

    • Douglas Santos

      Sim porque entrada triunfal pode ser usada assim que entra em cena.

      • Rannier

        Acho que não, hein.. O card de Movimento Ágil não permite usar outra ação se o personagem acabou de entrar em cena Independente de qual seja. O que desencadeia como efeito da ação de Movimento Ágil nessa condição é apenas 1 ponto de dano a custo zero de capacitação.

        • Kleber Kennedy Menezes

          Ele permite usar outra ação. Mas daí a ação teria que ser uma ação que pode ser usada no turno que entra. Por isso acredito que vale.

          • Fernando Killan Lima

            Não porque você não tem capacitação pra isso… mas funciona sim… O legal é ter uma Gamora, com entrada triunfal (1) + rompante de agilidade (2) + entrada triunfal (1) + Técnica Tribal (2+X) hehehe, isso tudo com nave e outros guardiões, limpa uma mesa de boas ^^

          • Movimento Ágil custa 0.

    • Com certeza.

    • dentro dessa lógica do texto pode sim…

  • Douglas Santos

    Finalmente um esclarecimento sobre isso. Parabéns Fabian por atender ao chamado e resolver o que gerou bastante discussão no face.

  • Filipe Cunha

    Ou seja, o que tá entre parênteses também é regra agora?

  • Jhonattan Nascimento

    Isso foi simplesmente ridículo. O que vale é o que está escrito NO CARD. No card Entrada Triunfal, vc pode usar a ação e descarregar um card e dps usar outra ação de agilidade. Se eu escolho usar MOVIMENTO ÁGIL, eu leio o card que diz que eu causo 1 de dano e POSSO USAR OUTRA AÇÃO QUE CAUSE DANO NESSE TURNO. O card fala uma coisa e a regra outra???? Isso não tem o menor sentido. Então quer dizer que se eu usar Entrada triunfal e dps usar um Rompante de mobilidade, capacitarei meu personagem em 2 e não poderei usar outra ação? RIDÍCULO! O card DIZ Q EU POSSO!

    O mesmo se aplicaria ao Mércúrio. Entra com entrada triunfal, usa a habilidade, dps usa a ação do proprio card (Você não viu nada) e dps outra ação, como a ação dispõe. Eu concordo que possibilita combos muito apelões de múltiplas ações, mas o fato é que nós n]ao deveríamos precisar recorrer a esse texto todo, principalmente pq ele CONTRADIZ TOTALMENTE o que está escrito na ação. Isso ta com cara de “fiz e voltei atrás”. É praticamente uma errata isso.

    • Lucas Henrique Brito Farı̸̸̸̸̸

      A regra que o personagem não pode agir no turno que entra sempre existiu.

      • Jhonattan Nascimento

        Vou quotar o q te falei no Face: ela é quebrada com entrada triunfal
        e se vc usa determinada ação, o texto contido nela deve valer, por completo

        não só a parte “dano”

    • Leonardo Silva de Lacerda

      ele apenas explicou na regra o porque de não poder usar “terceiras ações” depois de entrada triunfal>movimento ágil, o texto não contradiz o que esta na carta entrada triunfal, pois entre parenteses, ele ressalta que o personagem pode “usar outra ação de agilidade mesmo que tenha entrado em cena nesse turno.” as outras cartas não.

    • até porq ela não se refere só a dano, mas sim a Ação, e a ação de realiza em duas partes.
      Caguei pra esse texto, vou seguir a porra da regra da carta!

    • Kleber Kennedy Menezes

      Onde diz no card Movimento Ágil que vc pode usar ele no turno que entra em cena?? A carta Entrada Triunfal permite apenas uma ação a mais. Quer usar, se vc usar Entrada Triunfal, movimento Ágil e Entrada Triunfal, ai sim, pode. Pois entrada Triunfal pode ser usada no Turno que Entra em cena.

  • Rodrigo Germano Sandini

    No artigo diz que pigmeu poderia utilizar entrada triunfal + movimento ágil, porém não poderia utilizar golpe treinado depois. O que faz o Pigmeu poder utilizar Entrada triunfal + movimento ágil e não poder utilizar entrada triunfal + golpe treinado?

    • Penetrator

      O que ele quis dizer é que a Entrada Triunfal deixa usar qualquer outra ação de agilidade mesmo que o personagem tenha entrado em cena no turno.
      O Movimento Ágil também, mas a ação extra dele não pode ser no turno que o personagem entrou em cena.
      Ou seja, se o personagem entrou em cena no turno, ele pode usar Entrada Triunfal + Movimento Ágil, ou Entrada Trinfal + Golpe Treinado, e não Entrada Triunfal + Movimento Ágil + Golpe Treinado. Para ganhar a ação extra do Movimento Ágil, teria que ser Entrada Triunfal + Movimento Ágil + outra Entrada Triunfal.

  • Rodrigo Germano Sandini

    só eu que achei confusa esta parte?

    “O card Movimento Ágil também escapa da regra D, permitindo que mais uma ação seja usada neste turno. Porém, a regra A se aplica, e a ação de Movimento Ágil NÃO PODE SER USADA NO TURNO EM QUE O PERSONAGEM ENTROU EM CENA.

    Sendo assim, no turno que entrar em cena, o Pigmeu:

    Poderá usar a ação de Entrada Triunfal (pode ser usada no turno em que o personagem entrou em cena);

    PODERÁ descarregar um card que ele estiver carregando E USAR A AÇÃO DO MOVIMENTO ÁGIL(que pode ser usada no turno em que o personagem entrou em cena, graças ao efeito da Entrada Triunfal).

    Então o card de ação movimento ágil só pode ser usado pela metade? Qual o sentido disso? Ou usa todos os efeitos que a ação tem ou nenhum

    • Se você tivesse 2 Entrada Triunfal e 1 Movimento Ágil poderia dar continuidade a ação seguinte do Movimento Ágil com a outra Entrada Triunfal ou até um Concentrar Poder (caso o personagem tenha Ataque Energético). Você precisa atender as exigências do jogo e não usar Golpe Treinado por causa do Movimento Ágil pois o Golpe Treinado não pode ser usado quando entra em cena.

    • sem contar que em Movimento ágil não pede para o personagem já estar em cena a um turno para ser usada.

  • Pedro

    Só mais uma dúvida. E no caso do Impulso Habil?
    Se por algum acaso eu puder me capacitar apos usar entrada Triunfal. Poderei usar o Impulso descartar uma carta e usar novamente? Ou ele seria igual o movimento ágil que eu só poderia usar a primeira e nem mais um efeito? vlw 😀

  • Fernando Killan Lima

    Esqueceram de mencionar o Primo Pobre do Concentrar Poder… Focalizar Alvo ^^

    • Kleber Kennedy Menezes

      OU.. Entrada Triunfal, Movimento Ágil, Rompante de Poder (com Concentrar Poder)

  • Movimento Ágil diz que a outra ação pode ser usada NESTE TURNO. Ela não pede que o personagem já esteja em cena a um turno para poder usar essa parte da ação. Pra mim tá bem zoada essa explicação.
    Entrada Triunfal me da a opção de usar outra ação de Agilidade, logo eu devo poder usar a ação toda. Tudo que está dentro da caixa é a ação!

  • Guest

    Então eu posso usar Entrada Triunfal, depois usar Movimento ágil e com isso usar (outra) Entrada triunfal (já que ela pode ser usada no turno que entrou), e novamente usar Movimento Ágil, pelo efeito da segunda Entrada Triunfal?

    cara, isso tá zoado SHAHSAHSHAHSA

    • Rannier

      Movimento Ágil é ação única..

  • Rannier

    Copag, Fabian, por favor, precisamos de esclarecimentos se um personagem que possui habilidade de agilidade carregando os cards Entrada Triunfal e Movimento Ágil e ainda estando no estágio 2 de capacitação, pode usar as ações Entrada Triunfal, depois Movimento Ágil e depois Entrada Triunfal novamente. Argumentos muito bem fundamentados tanto para o sim, como para o não, impedem que esta polêmica acabe.

    • Kleber Kennedy Menezes

      Entrada Triunfal pode usar repetido. Mas Movimento Ágil é ação única, não pode usar duas vezes.

    • Thanos

      Pode sim, inclusive no turno em que entrou em cena.

      Todas as ações nessa sequencia podem ser usadas no turno em que entram em cena. Entrada Triunfal por causa do seu texto permanente e Movimento Ágil por causa do efeito da ação da Entrada Triunfal que foi usada antes dele.

      Basicamente qualquer sequencia que envolva “Entrada Triunfal + ação que permite usar mais uma ação + Entrada Triunfal + ação que permite usar mais uma ação + Entrada Triunfal + …..” pode ser usada no turno em que o personagem entrou em cena (se ele conseguir uma forma de pagar os custos).

      O que não pode fazer é “Entrada Triunfal + Movimento Ágil + Alguma ação que não tenha o texto que permite ser usada no turno em que entra em cena.”

      Outro exemplo do que pode fazer se o personagem tiver os poderes “Entrada Triunfal + Movimento Ágil + Concentrar Poder”

  • Allun2003

    gente sei que isso não vei muito ao caso mas o que aconteceu com o data base ?

  • Tassiano Torres

    Tenho uma duvida em relação aos personagens que possuem a mesma habilidade do Pigmeu, como a Tigresa e a Layla Miller. Entro em discussões com meus amigos pois a duvida é: Para meu oponente usar uma ação que tem uma dessas cartas como alvo ele precisa usar primeira uma ação em um alvo valido ou ele dá o pigmeu como alvo da primeira ação, paga os preços e nada acontece ao pigmeu?
    Meu amigo desistiu de jogar pois eu tinha em cena uma Tigresa e uma Layla Miller…

    • Thanos

      A primeira ação ele não pode ter como alvo um personagem com esse texto. Mas nada impede ele de usar a primeira ação em um personagem dele, depois usar outras ações nos seus.