novembro 1, 2017 -

Fala pessoal, me chamo Rodrigo Mesquita e trago hoje uma nova coluna – chamada Novos Horizontes – e com ela minha primeira postagem aqui no site da Copag Espero que todos gostem.

Como já anunciado, a partir de janeiro de 2018 teremos uma nova rotação no formato Batalha Sitiada. Valendo de Conspiração Illuminati e Guerra Civil em diante, perderemos algumas cartas importantes no cenário competitivo. No post de hoje, comentarei sobre o impacto delas e as cartas de Confronto Aracnídeo que podem nos ajudar a substituí-las.

 

Vamos começar por uma que fará falta para muita gente: a Planos de Infiltração.

 

 

Planos de Infiltração é uma carta presente em mais de 50% dos decks no cenário competitivo de Battle Scenes. A sua queda terá um grande impacto nos decks de controle com Lâminas e decks rápidos com uma base de Lâminas.

Duas cartas que podem perderam espaço devido à queda de Planos serão as cartas do Motoqueiro Fantasma V1 (Kenshiro Cochrane) e do Mercenário V2.

 

 

O Motoqueiro continua sendo uma carta muito boa pelo seu conjunto de poderes, além de entrar em cena sendo materializado. Porém, sem Planos de Infiltração ele perde muito de sua velocidade. Para aqueles que ainda vão continuar a utilizá-lo, aumentar o número de copias no deck será muito viável.

Por sua vez, o Mercenário V2 tem uma habilidade fantástica de enviar cartas para a base do deck, quando é aprimorado. Mas com a dificuldade de buscá-lo e com a nova coleção de Confronto Aracnídeo, poderemos usar Gatuno e Camaleão V2 como ótimas opções de envio de itens únicos para a base do deck.

 

Agora, vamos falar um pouco daquelas cartas que nos ajudavam muito a segurar o oponente: Homem-Formiga, Jaqueta Amarela e Joia do Infinito – Tempo.

 

 

Com a nova rotação, três cartas que sempre nos ajudaram sairão do formato sitiado. Homem-Formiga e Jaqueta Amarela apareciam com uma boa frequência nos decks. Já a Joia do Infinito – Tempo, aparecia em 95% deles. Com tantas perdas assim, Câmera de Vigilância e o Homem-Aranha V5 estarão muito presentes em vários decks do competitivo.

 

 

Câmera de Vigilância poderá aparecer facilmente em vários decks com três cópias. Já o Homem-Aranha vai brilhar no deck de aliados, pelo fato de poder ganhar pelotão e parar muito bem o ímpeto do oponente.

 

 

Ignorar Fracotes

 

 

Ignorar Fracotes é uma grande perda para os decks de Super Força. Com seu texto de prevenir dano de habilidades de antecipação, ela era uma carta que dava uma segurança aos personagens e ajudava muito bem a voltar para uma partida complicada.

Metástase Curativa chega para substituir Ignorar Fracotes.

 

Seu texto é muito forte, protegendo os personagens com Regeneração e sendo até mais poderoso que o próprio Ignorar Fracotes, pois os personagens que estiverem carregando ela não podem ter cartas descarregadas.

 

 

 

Cartas Curinga. Vampira V2 e Esperança.

 

 

Vampira e Esperança são aquelas cartas que podem entrar em qualquer deck. Os textos que fazem com que elas ganhem poderes são fortes e versáteis. Decks de controle utilizavam bem esses personagens.

A nova coleção vai trazer uma nova mecânica: Hospedeiro! Cartas com Hospedeiro ganham os poderes de cartas com Interligar.

 

Eddie Brock e Peter Parker

 

As cartas com Hospedeiro trarão uma versatilidade enorme, pois ganham um número alto de poderes e a capacidade de utilizar habilidades especificas, dependendo da estratégia de cada deck.

 

Então é isso, pessoal! Espero que vocês tenham gostado.

Lembrando que não é porque a carta caiu na rotação, que ela não serve mais. Em outros formatos, as cartas citadas continuam com sua força máxima. 😉

Fiquem ligados e lembrem-se: a coleção Confronto Aracnídeo chega às lojas no dia 30 de Novembro.

Obrigado e até a próxima!

Tag: , , , , , ,
  • Brenasso

    Torcendo pra Copag dar mais atenção pro formato Infinita. Ou algo similar. Essa dinâmica das cartas SÓ caírem de valor está prejudicando o jogo em todas as áreas.

    • Jack Burton

      Eu acho que banir cards que já eram restritos é que foi ridiculo, muito cedo pra se banir cards, sabemos que todo card game sempre terá cards apelos e depois outras mais apelos que quebram elas, e por aí vai. Estamos com uma duzia de coleções e já acham muita coisa, é só uma caixa de ovos, nem chegamos no feijão e no arroz ainda, imagina querer já chegar no caviar e no vinho, mas enfim neh! nada é perfeito.

  • Johnson Carlos

    Não sei se a Copag vai criar uma Joia do Tempo V2, contudo, já dói inutilizar do formato mais jogado a Joia do Tempo V1 que mudou bastante a cena. Esperando o fututo da JT, e dos queridos Ant-Man e JaqAm.

    • Felipe Martins

      com certeza tem que ter a joia fica sem sentido o jogo nao ter a Joia do tempo ate por que proximo ano tem thanos ultra espera os vingadores guerra infinita ate la pra mim jogar competitivo…

      • Jack Burton

        Um Thanos V3 e um V4 logo, seria fantástico mesmo, sem falar que além das jóias tem que ter a manopla do infinito, o item único mais íconico da Marvel, na minha opnião, claro!

    • Victor Martins

      Pelo lado “bom” talvez guardiões volte a jogar na preparação.

  • Gustavo Fernandes

    Muito legal o post… mas quando vcs vão colocar meus pontos no system? Pelo amor de Deus, não colocaram os do regional, os do royal tb, é nenhum dos torneios do Pato e fora outros que nem me lembro. Pra que serve essa porra se coloca pontos só quando quer? Querem que o jogo cresça sem dar a mínima para a cena competitiva.

    • Pedimos desculpas pelo atraso. No final da semana que vem começaremos a subir os pontos de todos os torneios pendentes.

  • Lucas Melo

    Caraca, boa, Mesquita, ótimo texto. Estou querendo voltar a jogar, acho que esperarei até janeiro, em? HAUSHASUAHSUASHASUH