outubro 30, 2017 -

Fala aí, galerinha!

Eu sou Rood Belato e dessa vez venho trazer uma nova coluna chamada Gerenciar Informações, onde o intuito é mostrar algumas informações sobre a nova coleção Confronto Aracnídeo.

Nessa primeira postagem da coluna, iremos gerenciar as informações das novas Habilidades e suas Características de texto fixo, lançadas nessa coleção.

 

Ao sermos informados da nova rotação – que irá ocorrer em Janeiro de 2018 e será a partir da edição Guerra Civil (BSGC) – muitos jogadores ficaram surpresos  devido a perda de cartas no formato Sitiada Padrão, das edições Múltiplas Identidades (BSMI), Invasão Cósmica (BSIC), Iniciativa Vingadores (BSIV) e Ofensiva Surpresa (BSOS). Muitas que estão nos decks atualmente deixaram suas marcas registradas durante essa primeira rotação e, com o tempo, irão surgir novas habilidades, cenários, suportes e personagens melhores em novas edições, suprindo as que “caíram na rotação”.

 

Mas e com a entrada da coleção Confronto Aracnídeo, o que ganhamos de novidade ao jogo?

 

 Checagem Rápida

Fazendo a Checagem Rápida da coleção Confronto Aracnídeo, tivemos o lançamento de novos “nomes característicos” em textos fixos de algumas habilidades: Compartilhar, Municiar, Tática, Esgotar e Camuflar.

 

Compartilhar: Essa nova característica se refere aos personagens que possuem uma mesma afiliação em comum e podem utilizar a ação descrita na habilidade, sem o próprio estar carregando (esse texto já existia na carta Facção Mortal, porém não tinha sido nomeada). Existem cartas que possuem o nome semelhante e com alguma parte de ação ou custo em comum para diversos poderes, como por exemplo Impulso ou Rompante, assim como a Facção.

 

Municiar: Essa nova característica fornece um tipo de poder aos personagens de uma determinada afiliação, assim como a ação se torna imprevista e antecipar. Essa habilidade com certeza será somada aos personagens ou habilidades que possuem alguma forma de carregar cartas em personagens, permutar ou causar danos na Fase de Preparação.

 

Tática: Essa nova característica se refere às habilidades que durante o início da Fase de Ajuste, você pode carregar uma carta de seus recursos que não tenha “Tática” – e, consequentemente, pode descarregar este card. “Tática” não é restringida à afiliações ou o personagem ter o poder da carta de habilidade que possui o texto. Essa carta, para alguns jogadores, pode não trazer algum impacto no jogo, mas se ela for analisada, podemos ver que ela pode ser de grande ajuda, não só pela sua ação.

 

Suponhamos que você fez compras no turno e precisava carregar algo que veio após colocar um personagem em cena ou em algum personagem que já estava lá – uma Cólera Solitária, Rajada V2, Ponto Cego, Armadura de Combate IMA ou alguma Jóia do Infinito, por exemplo. Durante a sua Fase de Ajuste, você tem a opção de usar o texto Tática e então “consertar” o personagem, trazer mais controle ou agressividade pro jogo. Outra opção que a Tática pode fornecer é o “aumento de buscas de personagens” com Leva e Traz ou Planos de Infiltração em algum personagem que tenha Aprimoramento ou com a ajuda de algum Item Mágico.

 

 

Esgotar: Essa nova característica se refere às cartas de Habilidade que ao

serem descarregadas de um personagem, vão para a base do deck do dono (esse texto já existia na carta Carga Total, porém não tinha sido nomeada).

Camuflar: Essa nova característica se refere às cartas de Habilidade que podem ser carregadas dos seus recursos em um personagem que você controla, que

possui o poder específico mencionado na carta, durante a Etapa de Antecipação do turno de seu oponente (esse texto também já existia na carta Carga Total, mas também não tinha sido nomeada). Assim como na Carga Total, ao ser “camuflado” no personagem, permite que você faça o texto descrito na habilidade.

Esse é um dos textos que eu particularmente mais gostei e acredito que será utilizado em muitos decks, ainda mais se somado à Surpresa Dolorosa ou Refração Cósmica.

 

Múltiplas Opções

Vejamos um exemplo de Múltiplas Opções dos novos textos citados, com algumas cartas de outras edições e que possivelmente iremos ver em alguns decks. 

 

Demolidor V4 + Demolidor V3 + Tática Desarmada + Ponto Cego + Fuzil de Guerra.

Entrando em cena e usando o Aprimoramento é “mais potente” se tiver a Jóia do Infinito – Poder para causar mais danos, como será descrito abaixo. Mas mesmo já estando em cena e sem a Jóia, pode causar um certo impacto na partida. Nessa combinação, também pode ser somada Saraiva de Amarras, que é bem aproveitada pelos personagens Cavaleiro da Lua V2 ou Homem-Aranha (Miles Morales), assim como diversas combinações diferentes.

Suponhamos que você tenha o Demolidor V4 na mão e o coloca em cena carregando Tática Desarmada, Joia do Poder e Ponto Cego – que vai diminuir o escudo de um personagem em cena em -2. Usando o Aprimoramento com o Demolidor V4, você carrega o Demolidor V3 e descarrega o Ponto Cego. Na Fase de Ajuste, Tática aplica o seu texto carregando Ponto Cego, causando -2 de escudo em um personagem novamente. E no Ataque, Joia do Poder causa 1 de dano dando Prontidão para outras ações do Demolidor e Ponto Cego causa 4 de dano em um personagem com escudo 0.

Com isso, poderia ocorrer na sua Etapa de Ataque:

No caso do Cavaleiro da Lua ou do Miles, teria ainda a possibilidade de causar 2 de dano com o seu texto fixo, conforme suas condições de texto.

* Entrando em cena carregando a Joia do Poder:

-4 de escudo: utilizando 2 vezes o texto fixo do Ponto Cego, sendo uma ao entrar em cena e a segunda ao aprimorar o Demolidor e usar o texto Tática; 1 de dano: Joia do Poder; 4 de dano em um personagem com 0 de escudo: ação do Ponto Cego.

Total: -4 de escudo com 5 de dano.


* Estando em cena Sem Joia do Poder:

-2 de escudo: texto fixo do Ponto Cego sendo carregado pela Tática; 4 de dano em um personagem com 0 de escudo: ação do Ponto Cego.

Total: -2 de escudo com 4 de dano.

 

E poderia acontecer no turno do oponente, na Fase de Preparação e sua Etapa de Antecipação:

* Personagem entrando em cena e Demolidor Sem Joia do Poder:

4 de dano: texto fixo do Demolidor V3; 2 de dano: Camuflagem do Fuzil de Guerra; 2 de dano: ação do Demolidor V3.

Total: 8 de dano.

 

* Personagem que está em cena e Demolidor carregando a Joia do Poder:

2 de dano: Camuflagem do Fuzil de Guerra; 1 de dano: Joia do Poder; 4 de dano em um personagem com 0 de escudo: ação do Ponto Cego.

Total: 7 de dano.

 

E por aqui encerro essa postagem, informando as cartas de Habilidade que acredito serem os “destaques da edição Confronto Aracnídeo”, que na minha opinião serão as mais utilizadas dessa coleção em diversos tipos de decks – estão organizadas de acordo com a numeração da edição. E você, quais cartas de habilidade mais gostou, achou que tem potencial ou acredita que vai estar em muitos decks, principalmente no seu? Deixe nos comentários a sua opinião sobre o que achou das habilidades dessa coleção, alguma combinação que achou legal e que não está nesta postagem e queira compartilhar com a gente.

 

Obrigado por acompanharem esta postagem e espero que tenham gostado.

Em breve será publicada a próxima edição da Coluna Gerenciar Informações falando sobre as afiliações da nova coleção.

 

 

Habilidades “Destaques” da coleção:

 

A coleção Confronto Aracnídeo será lançada em todo o Brasil dia 30 de novembro.

Até a próxima!

 

 

Tag: , , , , , ,
  • Jack Burton

    Interessante, faltou explicar sobre “Interligar” e “Hospedeiro”.

    • Rood Belato

      Interligar e Hospedeiro vão estar na próxima edição, que vai falar sobre as afiliações. ^^