setembro 7, 2017 -

Fala galera, aqui quem fala é o Marcelo Sá. Hoje, na coluna Conselho Illuminati, nós vamos falar do maior torneio de Battle Scenes do ano, o Battle Royal 2017!

Estamos a dois dias do evento, então vamos dar dicas do que esperar, quais decks devem aparecer e um top 8 dos decks mais fortes para você fazer bonito e ir em busca do caneco, ops, quer dizer, do Martelo! Sem mais delongas, que venha o Battle Royal 2017!

Com a nova coleção de Forças Estelares, novas cartas foram inseridas no jogo e o poder delas, dessa vez, superou bastante as coleções passadas. Afiliações ganharam destaque imediato devido às suas mecânicas. Foram elas: Ninjas do Tentáculo, os terríveis Kree, os amados Guardiões da Galáxia e a Tropa dos Lant… que dizer, Tropa Nova! Essas afiliações tiveram uma aceitação muito forte da maioria dos jogadores, e o meta que antes girava em torno do Toolbox Agro (Genialidade/Lâminas) passou a ter quatro novos concorrentes na disputa do Tier 1 e Tier 0.

Entre reclamações e previsões apocalípticas, nós pudemos ver o contrário. O jogo tinha ganhado forma. O poder acentuado das afiliações dessa coleção trouxe uma nova cara ao jogo, novos decks e com eles a necessidade de combatê-los. Foi assim que novamente o Toolbox se modificou e inseriu a carta No Lugar Errado em seu arsenal, para segurar essa enxurrada de decks focados em afiliações. Depois de alguns meses, o deck de Tentáculo ganhou certa representatividade e se destacou devido a sua velocidade e a carta Emissário da Serpentária. Entre as oposições do novo Tier 0, nós vimos a afiliação Kree ganhando destaque por causa de sua mecânica de Materialização… mas a Copag atenta sobre o que poderia se tornar o jogo, criou a carta Desmaterializar para a nova Master Box – Confronto Aracnídeo. Então os Tentáculos, que já eram fortes, ainda ganharam uma arma contra o seu maior opositor, o deck Kree, que por sua vez, perdeu força no meta devido ao fato de poder tomar um Desmaterializar e simplesmente perder o jogo. No último Regional 2 Tentáculos e 2 Toolbox (Gen/Lam) protagonizaram o top 4. E porque isso importa?  Por que nós pudemos observar que os Tentáculos colocaram essa arma a mais no deck e levaram o caneco, consolidando seu nefasto império sendo a Mão que controla tudo.

– “Mas e aí Marcelo, qual é a boa pra ir bem no Royal? Qual deck eu uso?”

Então galera, eu fiz uma análise com base nos últimos resultados dos torneios regionais e no online para fazer o Metacall mais preciso possível. Lembrando que essa é uma lista pessoal. Posições podem mudar de acordo com a opinião de cada jogador e de cada região, mas serve como base pra você escolher que tipo de deck e listas você deveria levar para o Battle Royal 2017. Vamos lá:

Top 8 – Inumanos

Marcelo? Você está louco? Como Inumanos vai conseguir disputar com as novas mecânicas e com um poder tão forte assim? Simples gente, elemento surpresa… já viram o que a carta Gorgon junto com a carta Ignorar Fracotes pode fazer contra um deck Tentáculos? Vocês ficariam surpresos como ele pode finalizar o jogo! Sem falar que o deck tem o mini combo de Medusa e Máquina de Bloqueio Mental, que mesmo hoje em dia arrebenta muitos decks. O deck agora tem tutor próprio com a carta Leva e Traz, que deu uma velocidade a mais pro deck.

Top 7 – Guardiões da Galaxia

“I-I-I’m hooked on a feeling. I’m high on believing. That you’re in love with me”
O deck tem muita busca, personagens bons e consistentes, além de uma capacidade de finalização e de voltar pro jogo absurda. Quem nunca perdeu na preparação por que tomou combo de Nave dos Guardiões e 30 ações no mesmo turno nunca jogou BS de verdade. E em uma era com tantas cartas counters pra dentro do deck, ele sai ileso de quase todas. Então seu adversário terá varias cartas mortas contra ele.

Top 6 – Magia/Magia Titã/Defensores + Magia

Nosso querido deck de magia e suas vertentes contam com muitas defesas com Faixas de Cyttorak, Cetro de Watoomb e Dr. Estranho – V2 embaixo do V4 fazendo uma blindagem contra antecipações. Suas “magias” (combos) com Invasão Etérea, quando combinadas com habilidade, fazem qualquer adversário tremer na base.

Top 5 – Kree

Os Kreeridinhos são uma boa opção ainda para ir ao Royal. Se não fosse a carta Desmaterializar que enterra o deck, ele seria, sem dúvidas, uma das melhores opções por causa de sua velocidade, efeitos de Potencializar, tutores e personagens consistentes. Mas com tantos decks usando Desmaterializar, fica difícil pra ele.

Top 4  – Tropa Nova

Os protetores de nossa Galáxia são muito bons. Têm o Nova Primordial, não levam praticamente nenhum counter do meta, têm consistência, aberturas muito fortes, tutores fortes, textos espetaculares e antecipação absurda, múltiplas ações com Desastre Metafísico e Incursões Surpreendentes que podem acabar com a partida rapidamente.

Além de ser um deck que a maioria das pessoas não está acostumado a jogar contra, pode pegar o adversário de surpresa.

Top 3 – Toolbox Gen/Lam

Como o ditado já diz: “quem foi rei, nunca perde sua majestade”. O deck continua sendo um dos mais rápidos do meta, e apesar de ser muito conhecido, ainda oferece mil variantes e possibilidades de jogada. O abuso do Planos de Infiltração e seus personagens já tão conhecidos e odiados pelo público justificam sua posição nesse top 8.

Top 2 – Toolbox – No Lugar Errado

Esse deck tem tudo o que existe de bom no meta e a maioria das cartas counters do jogo, mas a diferença para os outros é que ele consegue acompanhar a linha de desenvolvimento dos demais decks e afiliações e consegue responder com o cenário No Lugar Errado, impossibilitando seu adversário de agir no turno dele e conseqüentemente perder, cada vez mais, a possibilidade de agir. Ele ocupa a segunda posição por que responde a pelo menos 5 dos 8 decks dessa lista e tem a possibilidade de trocar de igual pra igual com os outros toolbox e decks sem afiliação.

Top 1 – Tentáculos

O deck mais comentado do momento. Ganhou pelo menos 3 de 4 torneios pelo Brasil. Tem o Emissário da Serpentária, velocidade, uma das aberturas mais absurdas do jogo, sendo comparado ao falecido Ultron, mil Ninjas (literalmente, tem muito Ninja nesse deck), combos de sincronismo e Facção Mortal. Algumas variantes usam Magia como engrenagem de suporte, ou seja, Invasões Étereas e tudo o que o poder de Magia pode oferecer. Tem o Demolidor – V3 embaixo do V4 pra matar aquela Cassandra chata do adversário, Lâminas Encantadas que salvam os Ninjas de serem alvo… enfim, eu posso ficar o dia todo falando do deck… mas o que você precisa saber é que as respostas que existem no meta para ele são insuficientes. Já falei que ele tem o Emissário da Serpentária?

Enfim, esse é o meu top 8 de opções de decks que vocês poderiam levar para competir pelo título no Battle Royal 2017. Mas a verdade é que cada um pode ir com o deck que se sente mais a vontade ou o que mais o diverte, pois apesar de ser competitivo, o Royal é um evento MUITO F#$%¨. Então se você puder, vá, é um evento ímpar, o kit é absurdo e a diversão é garantida!

Obrigado por acompanhar nossas publicações. Desculpem esse tempo que fiquei sem redigir artigos. Valeu galera, vocês são demais! Vejo vocês no Battle Royal 2017!

Tag: ,
  • Leandro Silveira

    Show, só faltou o meu deck aí.

  • Athus Diego

    Show Marcelo, mas vou ser dos chatos hj, podia ter vindo umas deck lists em?! kkk Parabéns

    • Marcelo de Sá

      nao deu tempo meu irmao :/